Um Natal Diferente - Capítulo 3

UM NATAL DIFERENTE


CAPÍTULO 3


Pedro era um verdadeiro homem de negócios não tinha quem dissesse não para ele. Havia acabado de sair de uma reunião e estava satisfeito, pois havia convencido uma grande empresa do departamento de joias a fazer contrato com a sua empresa.

- Precisamos festejar hoje.

Ele disse para Joana, a sua secretária, quando enfim estavam sozinhos na sala.

- Para onde me levará?

- Para um lugar bem especial, vou para casa me arrumar e depois passo na sua casa para te pegar, ok? Esteja pronta ás 19:00 horas.

- Ok.

Pedro foi para casa satisfeito com mais um dia de lucro.

- Oi amor.

Carla, a esposa dele, foi logo o abraçando, e ia dar um selinho nele, mas ele virou o rosto, e o beijo foi para a direção errada.

- Como foi no trabalho hoje?

- Ótimo, fechei contrato com aquela grande empresa que falei com você mais cedo.

- Nossa amor que bom.

- Sim, vou tomar banho.

Enquanto Pedro foi tomar banho Carla foi chamar Tiago e Lara para jantarem. Os três foram para a sala de jantar e ficaram esperando Pedro. Só que quando ele apareceu todos ficaram surpresos, ele estava muito arrumado para um simples jantar em família.

- Não vai jantar conosco?

Carla perguntou curiosa.

- Não, eu tenho uma reunião.

- Amor você precisa passar um tempo com a sua família.

- Eu preciso ir à essa reunião, ou como acha que poderei sustentar a nossa família?

- E você acha que dinheiro é tudo? Você vive apenas para esse trabalho, a sua filha está crescendo tem reparado? E como você está dando carinho a ela? O seu filho vive de bar em bar com milhares de mulheres e que tipo de educação tem dado?

Carla havia se alterado, para a surpresa dos filhos já que nunca viram esse tipo de coisa acontecer. Ela sempre se manteve calma, mas havia um tempo que queria fazer isso, não suportava mais toda essa situação.

De repente Lara começou a gritar de dor, uma dor insuportável.

- O que está acontecendo?

Carla perguntou a filha.

- Tá doendo mamãe, tá doendo muito, eu não aguento, é uma dor muito forte.

Não era a primeira vez que a filha reclamava de dor, ela já havia levado Lara algumas vezes no hospital, mas os médicos diziam que era só uma dorzinha, e logo ia passar, receitavam remédios, e liberavam a menina. De fato, a dor passava, mas dessa vez parecia ser uma dor bem intensa comparada as outras vezes. Desesperada e preocupada com a filha imediatamente pegou as chaves do Mercedes, olhou para o esposo e disse:

- Não vai comigo ao hospital?

- Tenho uma reunião para ir. O Tiago pode te acompanhar, tenho certeza que não é nada demais, ela deve estar fazendo esse showzinho só para eu ficar em casa, só que eu preciso ir trabalhar, ou como acha que vou sustentar o capricho de todos vocês.

Ele disse emburrado, e saiu resmungando. Carla estava cansada, não aguentava mais essa situação, precisava dar um basta em tudo isso, mas agora, Lara precisava dela. Imediatamente foi ao hospital com Tiago e a filha.

Eles ficaram por horas no hospital, na verdade, ficaram durante a noite toda, e no outro dia também, Lara precisava fazer vários exames, o que assustava bastante Carla, o que estava acontecendo com a filha? Precisava muito que os médicos dissessem o que estava acontecendo.

Mais tarde no dia seguinte ao ocorrido, o médico chamou Carla na sala dele, e contou o que deu nos exames.

- Lamento informar, mas a sua filha está com leucemia, e a doença já está em estado avançado.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oi, espero que tenha gostado de visitar o blog, não deixe de comentar a sua experiência aqui.
Beijos, e volte mais vezes, será sempre bem vindo (a).

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Jayhana De Nardi - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo