Um natal diferente - Dois anos depois - Capítulo 5




UM NATAL DIFERENTE - DOIS ANOS DEPOIS 
   

CAPÍTULO 5


Trilha sonora: Deixo - Ivete Sangalo


19 dias para o natal...



 - Meu irmão não está sendo nada fácil segurar a barra com a Bruna.

 - Nem acredito que justo você, que é um mulherengo se entregou a castidade. 

 - É por uma boa causa Luan, eu amo muito a Bruna, e ela quer as coisas todas certas, quer que namoramos, noivamos, casamos, e aí sim poderemos ter nossa vida de casados com todos os benefícios que os casados tem. 

 - Imagino que você está doido para casar hein! 

 - E estou mesmo, mas não só pelo fato de que quero fazer sexo com ela... e como quero... caramba !!! Sou homem né, é difícil aguentar a minha vontade, mas eu a amo, de verdade, nunca senti isso por ninguém, e quero muito me casar com ela, formar uma família. Ter ido a igreja com ela não só me mostrou sobre o quão importante é seguirmos aquilo que Deus nos ordenou, mas também é muito bom estar na presença de Deus, é por isso que quero honrar os propósitos que Ele tem para a nossa vida, e seguir conforme as vontades d'Ele.

 - Te entendo Tiago, é muito bom mesmo estar com Deus, quando a barra está difícil para o meu lado, eu sempre tento conversar com Ele e pedir uma orientação. 

 - Falando em barra pesada como estão as coisas com a Ana? 

 - Nada fáceis, ela está muito mal porque não consegue engravidar, e acaba descontando em mim. Eu também estou nessa luta com ela, também quero filhos, mas parece que ela não entende isso, parece que eu sou o culpado por ela não conseguir engravidar, e não sou. 

 - Tenta manter a calma irmão, é o sonho dela, imagino que ela esteja muito aborrecida por não conseguir engravidar, nesse momento você precisa ser o porto seguro dela, precisa estar do lado dela, mesmo que ás vezes ela pareça mais uma leoa prestes a te devorar. 

Os dois riam. 

 - Você é comédia Tiago, mas tudo que tenho feito é tentar estar ao lado dela, só que ela só me recebe com pedras. 

 - Já tentou conversar com o pastor? 

 - Ainda não. 

 - Acho que pode ser uma boa ideia, ele pode te ajudar de alguma forma. 

 - É verdade, vou tentar conversar com ele. 

Dois dias depois da última briga, Luan e Ana ainda não haviam se acertado, no dia da briga ele resolveu sair para esfriar a cabeça, foi até a pracinha, depois foi a casa dos pais, e por fim voltou para casa, mas Ana já estava dormindo, ou era pelo menos o que ele achava, e deixou para conversarem no outro dia, mas no outro dia ela nem sequer olhou para ele, e a situação continuava do mesmo jeito, ele não sabia o que fazer, ás vezes só queria jogar tudo para o alto, mas, ele a amava, e queria formar uma família tanto quanto ela, só que não aguentava os caprichos da esposa. 

Depois daquela conversa com Tiago, ele resolveu seguir o conselho do amigo e procurar o pastor, foi até a igreja onde congregava e procurou pelo pastor Ronilton. 

 - Boa tarde pastor. 

 - Boa tarde querido, que bons ventos o trazem aqui?

 - Preciso muito dos seus sábios conselhos. 

 - Sabe que os bons conselhos vêm lá de cima né? 

 - Com certeza. 

 - Manda ver, o que está te afligindo? 

 - Minha esposa e eu estamos tentando aumentar a família há quase dois anos, mas ela não consegue engravidar, e por causa disso estamos tendo constantes brigas. Ela fica brava, e desconta em mim, como se eu fosse o culpado, mas eu não sou, quero ter filhos tanto quanto ela. 

 - E quando vocês brigam, você tenta levar a conversa para um tom mais tranquilo, ou acaba discutindo também? 

 - Tento resolver as coisas, mas é impossível com ela. 

 - Mulheres tentem a serem mais bravas né? Tenho medo quando ficam assim. - Brincou o pastor, e mesmo em meio ao nervosismo, Tiago conseguiu sorrir. - Tente conversar com ela, desabafar, dizer que quer esse filho tanto quanto ela, e que são um casal, se ela está feliz você também está, mas senão você também fica triste, o que a afeta automaticamente afeta você. Fala com ela que é preciso ter paciência, e esperar em Deus. Abraão e Sara levaram muito tempo para ter filhos, mas ainda assim a promessa que Deus fez de dar uma descendência a eles foi cumprida, e será cumprida na vida de vocês, mas enquanto essa vitória não chega vocês precisam ocupar a mente com outras coisas, quem sabe fazendo mais ações para Deus, criando novos sonhos para vocês, porque quanto mais criarem expectativa para isso, mais irão se frustrar, façam o trabalho de vocês, que tenho certeza que Deus já está fazendo o d’Ele. Tente conversar com a sua esposa, mantenha calma, ore antes de conversar com ela, para que Deus te dê a sabedoria de falar as palavras certas. E se não funcionar volte aqui para falar comigo, e eu pedirei para a minha esposa conversar com ela. Tenho certeza que outra mulher conseguirá fazer ela entender melhor do que eu, porque é bem capaz dela achar que eu estou do seu lado. 

 - Isso é verdade. 

Após a conversa com o pastor Luan saiu da igreja, e no meio do caminho encontrou uma prima que não via fazia anos. 

 - Luan, não acredito... primo você está muito gato! 

 - Bia, é você mesmo? Como você cresceu, está mudada. 

Ela foi correndo dar um abraço nele. 

 - Nossa primo, quanto tempo que não te via. Acabei de sair da casa dos seus pais, continuam os mesmos, alegres e simpáticos. Primo, uau, você está bem mais gato hein, quem diria. 

 - Obrigado prima, mas acho que você está exagerando, você que mudou, e está muito linda. 

 - Obrigada, devo concordar com você, o tempo fez bem para mim. 

 - E o que faz por aqui? 

 - Estou a passeio. 

 - Nossa que máximo, passa um dia lá em casa para batermos um papo, tenho certeza que a Ana vai adorar a sua visita. 

- Ainda está com a Ana? 

- Sim, estamos juntos, e mais firmes do que nunca. 

- Quem diria hein, achei que o casamento de vocês não ia durar por tanto tempo. 

 - Por quê? 

 - Porque você é gato primo, e achei que uma hora gostaria de achar uma mulher melhor. 

 - Mas a Ana é a melhor mulher que eu poderia achar. 

 - Sei. Primo preciso passar na casa de uma amiga, outra hora conversamos mais. 

 - Tudo bem. 

Os dois se abraçaram novamente, por um momento Luan achou que Bia iria dar um selinho nele, mas isso só não aconteceu porque ele virou o rosto na mesma hora. 

  - Tchauzinho primo. 

  - Tchau. 

Luan foi para casa, achou estranho a atitude ousada da prima, mas poderia ser apenas coisa da cabeça dele. Estava decidido a se reconciliar com a esposa, já havia arquitetado tudo o que iria dizer para ela, mas ao chegar em casa teve uma surpresa, Ana estava com duas malas, chorando, e prestes a ir embora.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oi, espero que tenha gostado de visitar o blog, não deixe de comentar a sua experiência aqui.
Beijos, e volte mais vezes, será sempre bem vindo (a).

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Jayhana De Nardi - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo