Um natal diferente - Dois anos depois - Capítulo 12




UM NATAL DIFERENTE - DOIS ANOS DEPOIS 
   

CAPÍTULO 12


Trilha sonora: Where’s My Love - SYML




12 dias para o natal...


 - Mamãe tá doendo muito. 

 - Eu vou chamar as enfermeiras. 

 - Chama logo, eu não aguento mais. 

Carla correu para chamar as enfermeiras. 

 - Por favor preciso que vão até o quarto da minha filha, ela está com muita dor, não aguento vê-la assim. 

As enfermeiras foram até o quarto onde Lara estava e aplicaram morfina para que passasse a dor. 

 - Senhora é bom você ir descansar um pouco, está há mais de um dia aqui, não vi você nem sequer dormindo. Com o remédio, ela vai dormir, e não sentirá mais dor. 

 - Não sei o que fazer, não aguento ver a minha filha assim, queria tomar toda a dor dela. Por quê Deus tinha que fazer isso com a minha pequena? 

 - Não culpe a Deus. Deus é bom e misericordioso, algumas coisas infelizmente têm que acontecer, mas jamais culpe a Deus por uma desgraça, Deus nos ama e cuida de nós sem ao menos merecermos, e tenho certeza que Deus está cuidando da sua filha. 

 - Mãe. 

 - Tiago, meu filho.

Ela o abraçou chorando. 

 - Vá descansar, eu fico com a Lara. 

 - Ok. 

Carla foi para casa descansar. 

 - Ei, como está a nossa filha? 

Perguntou Pedro. 

 - Do mesmo jeito, sentindo muitas dores. 

 - Quero nossa pequena de volta, a Lara sorridente, que espalhava alegria por essa casa. 

 - Também sinto falta dela toda sorridente correndo pela casa. 


Os dois se abraçaram, e choraram, não era momento para lembrar dos rancores, mas para compartilhar a tristeza que a família estava passando, juntos precisavam ser fortes, e dar todo o amor do mundo a pequena Lara. 

Mais tarde, após descansar e comer alguma coisa Carla foi para o hospital. 

 - Mamãe. 

 - Ei meu amor, como está? 

 - Melhor, Ele conversou comigo. 

 - Ele quem? 

 - Deus, mamãe Ele disse que vai ficar tudo bem, que essa dor vai passar. 

 - Ó meu anjo, que bom, eu torço muito para que isso seja verdade. 

 - É sim mamãe, mas, eu não poderei mais ficar com você, papai e Tiago. 

 - Que história é essa? 

 - Mãe, você pode pedir ao pastor Ronilton para vim orar por mim?

 - É claro. 

 - Me explique direito esse seu sonho. 

 - Não foi um sonho mãe, Ele esteve aqui, falou comigo. 

 - Conte mais. 

 - Eu te amo mamãe, te amo muito. 

 - Lara, não estou entendendo nada. 

 - Apenas diga que me ama. 

 - Eu te amo, te amo muito, muito, muito, muito. 

Carla lembrou do nascimento da filha, foi um momento muito lindo, ela ficou tão feliz ao ter a filha nas mãos, uma menininha, ia poder mimar, colocar lacinhos, e vestidinhos, ia poder transforma-la em uma princesa. 

 - Eu te amo Lara, a mamãe te ama, desde quando você estava ainda na minha barriga, desde quando você era apenas um grãozinho de feijão. 

 - Também te amo mamãe. Não chore tá? Aonde eu estiver estarei feliz, e continuarei te amando, quero você feliz, quero você sorrindo, amando, quero que se encontre mamãe, eu sei que você está sofrendo e não é só por mim, sei que tem algo de estranho entre você e o papai. 

 - Meu anjo. 

 - Mamãe prometa que não vai ficar sofrendo por minha causa?

Carla não conseguia nem falar. 

 - Mamãe me prometa.

 - Eu prometo filha.

 - Você prometeu mamãe, espero que cumpra.








Trilha Sonora:
 




Leia o primeiro conto.
Para ler os outros capítulos você também pode acessar por aqui.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oi, espero que tenha gostado de visitar o blog, não deixe de comentar a sua experiência aqui.
Beijos, e volte mais vezes, será sempre bem vindo (a).

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Jayhana De Nardi - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo