Um natal diferente - Dois anos depois - Capítulo 3




UM NATAL DIFERENTE - DOIS ANOS DEPOIS 
   

 CAPÍTULO 3


Trilha sonora: Paciência - Lenine


21 dias para o natal...


Carla estava ansiosa para o natal, amava esse feriado, sempre amou, mas agora era diferente, desde o natal de 2015 tudo mudou, ela viu um recomeço para a vida dela, para o amor, e para a família. 

Quando tinha 20 anos conheceu Pedro, e logo se encantou por ele. Ele era playboyzinho, um pouco, para não dizer muito, metido, mas ainda assim se apaixonou por ele, no fundo ela viu um bom homem, um homem com quem quisesse passar o resto da vida juntos. Os dois começaram a namorar. Ela não sabia o que um cara daquele viu nela, ela sempre foi tão diferente, tão na dela, nunca gostou muito de chamar a atenção, se vestia da forma mais discreta possível, não ia a festas, já ele era o oposto, e ainda assim ficaram juntos. 

Um ano depois ela engravidou, foi um momento mágico, Carla não imaginava que ser mãe era tão bom assim, vê aquele ser pequeno em seus braços, tão frágil, tão lindo era incrível. Anos depois teve uma filha, sua segunda grande realização. Sua família era tudo o que pediu a Deus.

Mas com os anos algumas coisas mudaram, Tiago, seu filho mais velho só dava dor de cabeça, ele não queria responsabilidades, sempre aparecia com uma mulher diferente, e todos os finais de semana - e alguns dias de semana também - aparecia bêbado de madrugada em casa. Só que as decepções não acabavam por aí, ela suspeitava que era traída, Pedro vivia em reuniões, e elas não tinham dia para acontecer, podiam ser desde uma segunda-feira à noite, a um final de semana inteiro, o que era muito suspeito. Tudo isso a deixava muito triste, e ela não sabia o que fazer, ás vezes só queria jogar tudo para o alto, mas tinha a filha mais nova, Lara não merecia que a mãe largasse tudo. 

O que deixou Carla ainda mais abatida foi descobrir as vésperas do natal de 2015 que Lara estava com leucemia. Ela não sabia mais o que fazer, agora é que não podia jogar tudo para o alto mesmo, precisava ser o porto seguro da filha. 

Mas tudo mudou naquele natal, apesar da triste notícia, Pedro se arrependeu de todas as mancadas e decidiu dar mais valor a família, e assim o fez. As reuniões diminuíram, ele começou a passar mais tempo com a família, ia a todos as sessões de tratamento da filha, e até estava dando bons conselhos ao Tiago, que enfim, também mudou, começou a trabalhar na empresa dos pais, estava em um namoro sério, e não saia mais para as baladas. 

O que mais Carla poderia pedir? Tudo estava indo muito bem, e por isso que tinha que aproveitar este natal, e comemorar muito pelas grandes mudanças que ocorreram desde 2015. 

Ela foi até o supermercado com Lara para comprar os materiais para preparar o almoço de natal. 

 - Mãe, estou tão feliz pelo Tiago, ele mudou tanto né? 

 - Sim minha filha. Também estou muito feliz. 

 - Sabe que o grande motivo da mudança dele é a Bruna né? 

 - Sei sim, seu irmão finalmente se apaixonou, e fico muito feliz por isso. Ela é uma boa menina. 

 - Ele disse que ela está ansiosa para o natal, e que estava até desesperada porque não tem um look para o nosso almoço em família. 

 - Mas vai ser uma coisa simples, só entre nós, não tem porque ela ficar preocupada. 

 - O Tiago disse isso a ela, mas eu acho que ela só quer causar uma boa impressão. 

 - Nós já a amamos, mesmo não a conhecendo tão bem, só o fato dela ter feito seu irmão mudar, já ganha muitos pontos a favor dela. 

 - Isso é verdade. 

O telefone de Carla tocou, o coração dela disparou quando viu que era o médico da filha que estava ligando, será que era más notícias?

 - Alô. 

Ela ficou pálida, trocou poucas palavras e desligou. 

 - O que foi mamãe? 

 - Nada meu amor. 

 - Você está mentindo, está branca feito neve. 

 - O seu pai ligou dizendo que perdeu um grande negócio. 

  - E esse foi o motivo de você ficar pálida assim?

 - Sim minha filha, sabe como é importante para o seu pai, as perdas dele, também são minhas. 

 - Não acredito em você, acho estranho ter ficado pálida só por isso. 

 - E o que mais seria? 

 - Não sei, só acho estranho. 

 - Você vê coisa onde não tem, vamos acabar de fazer as compras, depois vou te deixar em casa, e passar no escritório para conversar com o seu pai, ele precisa de um apoio nessas horas. E tem mais uma coisa, você não pode falar nada disso para ninguém, e nem para ele, ele não quer que você e seu irmão fiquem preocupados. 

 - Tudo bem. 

As duas fizeram as compras, depois Carla deixou a filha em casa, e correu para o hospital onde Lara fazia as sessões de tratamento da leucemia. 

 - Oi, tudo bem com a senhora? 

 - Na verdade não, desde que me ligou estou preocupada com o que você possa me dizer, tenho certeza de que não é nada bom, senão você falaria pelo telefone mesmo. 

 - Eu queria dizer que você está errada, mas infelizmente não está, as sessões de tratamento não estão funcionando, os últimos exames mostram que o câncer está se agravando ainda mais. 

Carla começou a tremer, e tudo em sua volta estava girando, até que ela não viu mais nada.






Trilha Sonora:



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oi, espero que tenha gostado de visitar o blog, não deixe de comentar a sua experiência aqui.
Beijos, e volte mais vezes, será sempre bem vindo (a).

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Jayhana De Nardi - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo